segunda-feira, 30 de setembro de 2013

O paganismo das olimpíadas - o que eles não revelam!

Na Antiga Olímpia realizou-se hoje (28/09/13) a cerimônia de acender a chama dos XXII Jogos Olímpicos de Inverno de 2014. O ritual solene deu início à trajeto da tocha olímpica que irá percorrer o território da Grécia.


No dia 05 de outubro, a tocha olímpica será entregue a uma delegação do Comitê Organizador dos jogos Sochi 2014 e transportada para Moscou onde, no dia 07 de outubro, terá início a etapa russa da estafeta que após 123 dias terminará em 07 de fevereiro, dia de abertura dos Jogos Olímpicos.

Conforme a tradição, a chama foi acesa com raios solares junto ao Templo de Hera onde no século VIII a.C. nasceram as Olimpíadas. Fonte: Voz da Rússia

Agora leia a real simbologia por trás desse ocultismo todo.

AFINAL, QUAL A IMPORTÂNCIA DA “TOCHA”?

Basta ligar a TV, o rádio, ou ler um jornal, para ver toda a idolatria a respeito da misteriosa “Tocha”, que é exibida pelas ruas, e de toda a ênfase na passagem do fogo, participação de rituais pagãos antigos e tudo mais.



A HISTÓRIA DA TOCHA



A chama Olímpica, fogo Olímpico ou tocha olímpica é um dos símbolos dos Jogos Olímpicos, e evoca a crença em Prometeu, que teria ajudado na criação dos homens, e depois, acendido uma tocha no disco solar, roubado o fogo de Zeus e entregando aos homens, para que pudessem evoluir e distinguirem-se dos outros animais.


Como castigo, Zeus ordenou a Hefesto acorrentá-lo ao cume do monte Cáucaso, onde todos os dias uma águia (ou abutre) ia dilacerar o seu fígado que, por ser Prometeu imortal, regenerava-se.

Note-se, mais aterrador, a semelhança entre Lúcifer, literalmente, o que leva a luz (lux[luz]+ferre[levar, transportar]), e Prometeu, que é foi o portador/transportador do fogo (luz).


Há também ao fato que Prometeu comete furto, e Lúcifer é reconhecido como ladrão universal.


A própria linguagem nos parece claramente indicar uma estranha ligação entre os dois personagens.


Vemos, obviamente paralelismos bíblicos, com a Árvore doConhecimento que D'us proibiu Eva e Adão de comerem. Mas a Serpente-Lúcifer-Prometeu dá a fruta-fogo aos homens, trazendo-lhes o conhecimento, o qual,inevitavelmente, traz a desobediência e o castigo. É uma horrível distorção do relato Bíblico de Gênesis, feita pelos gregos,  que adoravam e cultuavam o fogo, e todas as casas gregas mantinham uma espécie de altar com uma chama acesa.

 
















De todos os jogos da Grécia antiga, os Jogos Olímpicos eram os mais solenes e concorridos e eram celebrados em homenagem a Zeus, maior divindade do Olimpo. Segundo alguns registros, nos Jogos de 776 a.C., já estava instituído o ritual de acender a tocha.


A tradição de manter um fogo aceso durante os Jogos remonta à antiguidade, quando se efetuavam sacrifícios a Zeus.


Nessas cerimônias, os sacerdotes acendiam uma tocha, e o atleta nu que vencesse a corrida até ao local onde se encontravam os sacerdotes, teria o privilégio de transportar a tocha para acender o altar do sacrifício. 


O fogo era então mantido aceso durante os Jogos como homenagem a Zeus.



A CERIMÔNIA CULTUAL
























  
Antes de cada Olimpíada é feito o ritual de acendimento da tocha nas ruínas do templo de Hera, na cidade de Olímpia, na Grécia. 


A tocha é acesa por raios de sol que refletidos em um espelho dão origem à chama.

 



















O ritual é conduzido por sacerdotisas de Hera vestidas de túnicas brancas no estilo grego.


A tocha já foi transportada debaixo de água por mergulhadores, e por meio de pirogas, camelos, cavalos, trenós com cães,corredores, um avião supersônico Concorde, flechas, saltadores de esqui, e todo o tipo de transporte possível/inimaginável, mas a idéia básica é usar o fogo sagrado do templo.


No caso de outros jogos, como os jogos pan-americanos, o fogo sagrado pode ser aceso em outro templo pagão equivalente.



O SIMBOLISMO – TOCHA, PIRA, FOGO


Podemos ver que a tocha serve como símbolo de um falo (pênis ereto)






















Os satanistas sempre consideraram a tocha flamejante como um símbolo de Lúcifer. 


"Lúcifer,tendo recuperado sua estrela e seu diadema, organizará suas legiões para novas obras de criação. Atraídos pela tocha flamejante, os espíritos celestiais descerão... e ele enviará esses mensageiros de esferas desconhecidas para a Terra. Então, a tocha de Lúcifer sinalizará 'Dos Céus à Terra! -- e o Cristo da Nova Era responderá, 'Da Terra aos Céus!'" [ocultista Edourd Schure, citado por Texe Marrs, Mystery Mark of the New Age (A Marca de Mistério da Nova Era), pg 240]


Esta explicação do simbolismo da tocha é a crença luciferiana de que, na Batalha do Armagedom, Lúcifer e suas forças derrotarão o verdadeiro Messias e depois invadirão e conquistarão os Céus (universo espiritual).


Assim, a tocha significa a crença que Lúcifer no final derrotará o verdadeiro Messias


No satanismo, virtualmente qualquer símbolo perpendicular é o falo, de modo que a tocha pode ser considerada como tal; na verdade, alguém até pode imaginar, pelas explicações anteriores, que a tocha é o falo de Lúcifer, se o ocultista realmente crê que a tocha é um símbolo do deus. 


Quando um satanista quer representar o órgão sexual feminino, ele normalmente usa o círculo. 


A pira é uma cavidade, geralmente é circular, e é um símbolo do elemento feminino. 


Assim, o ato de acender a pira com a tocha, representando simbolicamente o sexo sagrado, manifestando o fogo, o ato sagrado da criação.



















Tal crença satânica pode ser comprovada, já que até sobre a cabeça do Baphomet é possível encontrar uma tocha.






































OS JOGOS PANAMERICANOS ESPECIFICAMENTE















  

Prometeu é sincretizado com Lúcifer, mas também é sincretizado com o deus egípcio Seth, e como uma série de deuses malignos mundo afora.


No caso do jogos pan-americanos, se trata do deus asteca XOLOTH.


Xoloth é um homem-cão de pés invertidos, deus do fogo e da mau agouro, personificado como a estrala manhã, Vênus.


 



















XOLOTL, o duplo do pássaro-serpente Quetzalcoatl, é o guardião da porta e das chaves do Lumisial (templo dos mistérios), para que nele não penetrem senão os ungidos que conhecem o segredo. Puro ocultismo e demonismo pagão.















CONCLUSÃO



Esse negócio de tocha é apenas a manifestação pratica da uma religião de mistérios, que adora Lúcifer. 


Tudo isso é puro “luciferianismo” disfarçado.


Como se trata de ocultismo, do “oculto”, a maioria das pessoas apenas vê as movimentações e cerimônias todas, e pessoalmente, acham que se trata apenas de algo diferente, exótico e bonito para celebrar os jogos.  

Fonte dessa notícia: Geocities

Agora vejam este vídeo:


6 comentários:

  1. Mas que porra de texto! Todas as citações são de divindades anterior a Lúcifer, até mesmo porque o cristianismo veio bem depois. Logo se tem sincretismo, este é da associação de Lúcifer a Prometeus.
    Procure um psiquiatra.

    ResponderExcluir
  2. Mas que porra de texto! Todas as citações são de divindades anterior a Lúcifer, até mesmo porque o cristianismo veio bem depois. Logo se tem sincretismo, este é da associação de Lúcifer a Prometeus.
    Procure um psiquiatra.

    ResponderExcluir
  3. Só existe uma palavra para um texto desses...."PATÉTICO"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ulbirajara vai ler a biblia e acredita quem quer, não de opinião sem justificar com argumentos, com seus pensamemento e do seu achismo o i ferno edta cheio, leia a biblia ai vc venha argumentar e comversar comigo com co hecimento de causa.

      Excluir
  4. que infantilidade querer por o capeta no meio de tudo. pra você que não sabe, o satanismo é uma religião contemporânea da década de 60. como a figura de baphomet pode ser associada com um culto secular sendo que só foi criada agora?

    ResponderExcluir